Logo

Blasted Mechanism

Blasted Mechanism
Artista
Redes Sociais:

Os Blasted Mechanism nasceram em 1995, por ideia de Valdjiu e Karkov, como uma banda diferente no espectro musical português. Auto-definem-se como um projecto artístico de música tocada por seres de outro mundo. Sobressaem-se do panorama musical pela sua imagem forte extravagante e por uma música caracterizada pela fusão de músicas do mundo, incorporando elementos tradicionais de vários países do mundo, como por exemplo, na música “We” do álbum "Sound in Light", onde é possível ouvir guitarra portuguesa tocada por António Chainho, com música rock electrónica. São conhecidos também por inventarem e construírem alguns dos instrumentos que utilizam como a calachacra e o bambuleco, os quais vão buscar alguma inspiração à cultura oriental.

Em 1997 apresentaram-nos o seu primeiro EP e em 1999 o seu álbum de estreia “Plasma” e seguiram-se desde então alguns títulos como “Namaste” (2003), “Avatara” (2005), “Sound In Light” (2007), “Egotronic” (2018) entre outros mais. Colheram várias nomeações para os prémios da MTV e ganharam prémios como o Globo de Ouro, premiado pela SIC como melhor banda portuguesa em 2006.

O disco de 2018 corresponde ao início de uma nova etapa na vida da banda. A entrada de Riic Wolf e outras movimentações na formação foi revelada numa atuação no NOS Alive, da qual nasceu o filme concerto “New Militia”. No seu percurso mais recente, Blasted Mechanism pisou os palcos do Festival da Canção.

Atualmente, a banda é movida por uma vontade em expressar, pela música, ideias que possam garantir o futuro da humanidade. Acreditam na ação direta para lá de ideias políticas e na força das comunidades

Currently, we have no future events.